60px

451px

Amadeus

Brazil Blog

Como atrair os jovens para as agências de viagens?

Português
Português
Esse conteúdo está disponível apenas nesse idioma.

Eles têm menos de 40 anos, formam a maior parte da população mundial e nasceram junto com a internet –  ou mesmo depois dela. Os membros da Geração Y (ou millennials, nascidos entre 1980 e 2000) e da Geração Z  (nascidos de 2001 para cá) são os principais adeptos daeconomia compartilhada, em que a posse de bens materiais é menos importante que as noções de experiência e troca. Como consequência de tantas mudanças tecnológicas, culturais, comportamentais e de consumo, a indústria do turismo tem agora o desafio de se reinventar.

Com um smartphone em mãos, estes jovens têm autonomia para chamar um Uber, pedir comida por um aplicativo, trabalhar via videoconferência, pesquisar um roteiro turístico e também para reservar um voo, um hotel e até comprar o ingresso de um festival de música do outro lado do mundo. Para atraí-los e fidelizá-los como clientes, é preciso atender a novas demandas. Afinal, como levar os jovens às agências de viagens?

Jovens viajantes: tendências globais positivas

Entre os millennials, por exemplo, estima-se que cerca de 50% ainda prefiram as agencias online na hora de comprar uma viagem. A outra metade desse público, porém, já mostra comportamentos bastante animadores, valorizando o trabalho consultivo de um bom agente de viagens.

De acordo com o “Retrato dos Viajantes Americanos 2017”, publicado pela MMGY Global, 33% dos millennials pretendem usar os serviços de uma agência de viagens nos próximos 2 anos, aproximadamente 2 vezes mais que os mais velhos da Geração X (17%) e que os Baby Boomers (18%).

O gasto médio dos mais jovens em viagens ainda é mais baixo que o dos mais velhos, mas há outros fatores para se animar. A medida em que amadurecem e aumentam seu poder de compra, os millennials demonstram maior interesse em viajar, gastando dinheiro com experiências e vivências, do que as pessoas da gerações anteriores.

Já o estudo “Como a América Viaja”, conduzido em 2017, pela Sociedade Americana de Agentes de Viagens, indica que 44% dos millennials acreditam que os serviços de um agente de viagens valem a pena. O percentual é 10% maior que o dos Baby Boomers entrevistados na mesma pesquisa. E mais:69% dos millennials acreditam que um agente de viagens os faz economizar tempo.Praticidade e agilidade são atributos fundamentais para eles.

 

millennials gen z

 

Como levar os jovens às agências de viagens: comece pelo produto

Segundo a consultora e palestrante Marta Poggi, autora do blog Agente no Turismo, o primeiro passo para levar os jovens às agências de viagens é oferecer experiências autênticas e não convencionais. “Os mais jovens são exigentes, hiperconectados e buscam experiências únicas, como uma viagem de férias com curso de moda em Milão, conhecer produtores de cerveja artesanal na Europa”, diz Marta.

Ter uma agência especializada é uma vantagem competitiva imensa para oferecer um pacote sob medida para o cliente. Tenha diferenciais e comunique-os!

Mostre o valor e as vantagens dos seus serviços

As Gerações Y e Z não gostam de perder tempo e precisam do melhor aproveitamento dos recursos financeiros. “Contratar uma agência de viagens não é necessariamente mais caro do que fazer tudo sozinho”, diz Marta. Um bom profissional de turismo pode montar um pacote customizado que evita imprevistos, aborrecimentos e gastos extras do cliente, respeitando seus recursos disponíveis. Torne essas vantagens mais claras!

Invista em fotos e vídeos para Instagram e YouTube

Estas são as redes sociais preferidas dos mais jovens na hora de escolher um destino, um roteiro e uma agência de viagens. “Para a Geração Z, não faz sentido viajar e não compartilhar. Eles escolhem seu destino considerando o quão ‘instagramizável’ ele é“, afirma Marta.

Manter um site responsivo para dispositivos móveis e criar conteúdo de expert em linguagem adequada para os jovens é importante, assim como a presença da agência no Facebook. O Snapchat também merece atenção, pois tem uma grande ressonância nesse público. Esteja presente, interaja e atenda os jovens nas redes. Mas não se esqueça: tenha sempre fotos e vídeos incríveis!

Garanta a internet, ela é melhor que a paisagem

Os jovens nativos digitais gostam de ter o controle de tudo em suas mãos. Isso é verdade também na hora de viajar. “Para a geração Z, um Wi-Fi de alta qualidade no hotel é mais importante do que um quarto com vista para a piscina, por exemplo”, diz Marta.

Certifique-se de que o Wi-Fi é realmente bom na localidade de destino desses viajantes, principalmente no hotel. Eles são hiperconectados, vêem o mundo pela tela do celular, precisam interagir, compartilhar, controlar imprevistos e tomar suas decisões com base na internet. Garanta a conexão!.