60px

451px

Amadeus

Blog

As 8 tendências de viagens que você precisa conhecer para 2019

Gilles Trantoul

Director, Strategy and Transformation, Travel Channels, Amadeus

Leia este artigo em Inglês, 中文(中国), русский, Espanhol, Alemão, Francês, Italiano, Japonês

A indústria global de viagens está passando por uma mudança fundamental na maneira como as viagens são vendidas e como o viajante é atendido. Na Amadeus, observamos ativamente as tendências de viagens para que nossos clientes e parceiros, e nós mesmos, possam inovar e criar melhores jornadas para todos.

À medida que continuamos a moldar o futuro das viagens no longo prazo, identificamos oito tendências para 2019:

1. A personalização continuará a ser uma prioridade máxima para todas as áreas da indústria de viagens

Seja você uma companhia aérea, um hotel, um agente ou um gerente de viagens, entender melhor como extrair informações dos clientes a partir dos dados continuará sendo a chave do sucesso em 2019. Mais e mais viajantes desejam uma experiência personalizada. As empresas que desejam ter sucesso devem antecipar as necessidades desses viajantes, entender os desafios anteriores e abordá-los de maneira proativa com a ajuda de dados, análises e inteligência empresarial. Embora alguns players já tenham aprimorado a experiência do cliente graças a investimentos significativos em inteligência artificial e análises, ainda não constatamos isso em todas as etapas da viagem do cliente.

2. Aumento contínuo de conteúdo sofisticado, incluindo conteúdo NDC

À medida que o setor adota novas abordagens para os padrões de merchandising e tecnologia, como o NDC, assistiremos ao crescimento contínuo de conteúdo sofisticado. 2019 é o ano da industrialização para o NDC, com várias soluções aprimoradas sendo implementadas para que as companhias aéreas e os vendedores de viagens possam oferecer e consumir conteúdo NDC. Esse conteúdo virá de várias fontes, possivelmente sob modelos de negócios diferentes. Portanto, é fundamental que as empresas de viagens tenham as alavancas necessárias para decidir e personalizar a gestão desse conteúdo para seus próprios negócios. Ter acesso a uma grande variedade de conteúdo sofisticado significa que os vendedores de viagens terão tudo o que precisam para personalizar os serviços oferecidos aos viajantes. 

Na Amadeus, um dos maiores desenvolvimentos no próximo ano será a evolução contínua do Amadeus Travel Platform,
 que reúne em um só local conteúdo de companhias aéreas, hotéis, hospedagens alternativas, transporte ferroviário, terrestre e nos destinos. Isso inclui o conteúdo NDC, no qual trabalhamos ativamente com companhias aéreas e vendedores de viagens em todo o mundo por meio do nossoprograma NDC-X. 

3. Uma complexidade maior aumenta a necessidade de agregação, pesquisa e comparação

Os viajantes de hoje são consumidores inteligentes e interessados em tecnologia que buscam experiências únicas com o clique de um botão. Eles demandam o mesmo nível de opções, atendimento personalizado e consistência entre canais e dispositivos, para poder comparar e escolher a opção que mais agrade. Mas com a miríade de possibilidades complexas, os vendedores de viagens têm mais oportunidades de ajudar ainda mais os viajantes a criar melhores viagens. Eles precisam de ferramentas adequadas, que permitam efetivamente competir e fornecer essas viagens desejadas. Então, em 2019, será essencial agregar todo esse conteúdo para garantir que os vendedores de viagens possam comparar e encontrar exatamente o que precisam, para oferecer o nível de personalização que os viajantes exigem.

4. Maior colaboração em toda a indústria de viagens

Durante a última década, os desenvolvimentos em tecnologia transformaram a maneira como pesquisamos, reservamos e compartilhamos experiências em viagens. Novas tecnologias e novas maneiras de usá-las estão surgindo em todos os lugares. Para ficar à frente da concorrência e acompanhar as demandas e expectativas dos viajantes, a indústria de viagens deve colaborar. Em 2019, veremosmais APIs abertas,
 parcerias mais ágeis e mais criação em conjunto para continuar impulsionando o setor. Temos alguns desenvolvimentos interessantes e parcerias em fase de preparação, portanto, fique atento.

5. A ascensão dos viajantes de negócios da geração millenial

De acordo com as previsões do Boston Consulting Group,
 os millenials serão responsáveis por quase 50% dos gastos com viagens até 2020. Tais números evidenciam a necessidade dos players da indústria de viagens aprenderem a responder as necessidades únicas de viagens dos millenials, para aproveitar esse grupo de possíveis lucros. Como os millenials emergem como uma força preeminente no consumo de viagens, o setor deve despertar para suas novas atitudes. Esta tendência é prioritária para as nossas soluções de viagens de negócios, como oAmadeus cytric Travel & Expense.

6. As políticas de viagens, incluindo “bleisure” (combinação de “business”, negócios, e “leisure”, lazer) e o bem-estar dos viajantes, serão uma prioridade cada vez mais importante para os gerentes de viagens

À medida que os modelos de negócios se tornam mais globais, as viagens de negócios continuarão a aumentar. De acordo com a GBTA, as empresas deverão gastar US$ 1,7 trilhão até 2022 para enviar seus funcionários em viagens ao redor do mundo. À medida que as viagens de negócios crescem, a tendência de “bleisure” (combinação de “business”, negócios, e “leisure”, lazer) aumenta, com mais funcionários aproveitando as viagens de negócios e melhorando as políticas de viagens. 

Além disso, o bem-estar dos viajantes de negócios – a saúde, a felicidade e a produtividade dos funcionários na ativa – será uma das principais prioridades dos gerentes de viagens em 2019. E por uma boa razão. Os dados da política de viagens da Amadeus e da Lonergan para 2018 indicam que 44% dos viajantes de negócios deixariam o emprego por causa de uma política de viagens ruim, enquanto que 50% dizem que a política de viagens de uma empresa impactaria sua decisão de aceitar um trabalho. 

À medida que mais empresas percebem a importância de usar as políticas de viagens como uma ferramenta para não apenas manter, mas atrair funcionários, podemos esperar que os gerentes de viagens e RH trabalhem mais de perto para priorizar o bem-estar dos viajantes. 

7. Os players de viagens implantarão mais tecnologias para compensar possíveis transtornos

2019 verá a indústria de viagens continuar a implantar uma variedade de novas tecnologias para melhorar a eficiência e minimizar os transtornos. Melhorias na capacidade tecnológica permitirão que aeroportos, companhias aéreas, hotéis, vendedores de viagens e todos os outros players atendam às expectativas crescentes dos viajantes. O investimento em big data, automação de processos, internet das coisas, integração e tecnologias extras farão parte deste movimento, uma vez que o setor mantém o foco na perfeita experiência do passageiro, tanto na terra como no ar.  

8. A ascensão de cidades inteligentes impulsionará viagens e turismo

A ascensão de cidades inteligentes é uma das tendências que melhor consolida a complexidade e a sofisticação do mundo futuro dos consumidores. O futuro das viagens será guiado pelas jornadas e dados multimodais, para proporcionar experiências mais personalizadas e inteligentes. A ascensão de cidades inteligentes impulsionará viagens e turismo. Quando bem-sucedidas, acreditamos que permitirão as experiências e serviços de viagem imersivos que os viajantes esperam no futuro. 

Estamos particularmente bem posicionados na indústria de viagens para estar no centro do desenvolvimento das cidades inteligentes e temos um grupo de trabalho que está na Ásia Pacífico dedicado a liderarnossas iniciativas inteligentes. 

É difícil prever como será a indústria de viagens em 20 anos, mas estamos animados com o futuro! À medida que continuamos a evoluir de um GDS para um Live Travel Space,
 ficamos ansiosos para construir o nosso futuro em conjunto com todos os nossos clientes e outros players de viagens. 

Inscreva-se no nosso blog e fique ligado no que estamos fazendo em 2019. 


Etiquetas

Live Travel Space, Pesquisa de viagens, Plataforma de viagens, NDC